Como criar um link direto para o Whatsapp e conseguir mais oportunidades de negócios!

Você sabe como criar um link direto para o Whatsapp e os benefícios que essa estratégia pode trazer para o seu negócio?

A verdade é que os consumidores buscam a cada dia maneiras mais fáceis de interagir com as empresas, de modo que uma comunicação eficiente pode ser a grande diferença entre o fechamento de uma venda ou não.

Para confirmar esse fato o Conecta, ligado ao Ibope realizou uma pesquisa em junho de 2017, com aproximadamente 2.000 pessoas, indicando que 9 entre 10 internautas utilizam o Whatsapp como principal meio de comunicação, ou seja, 91% dos brasileiros fazem uso do aplicativo de mensagens.

Diante disso, muitas empresas começaram a criar estratégias para por meio do mensageiro atingirem uma comunicação eficaz com o seu público.

Mas você sabe afinal, como criar um link direto para o seu número do Whatsapp e facilitar ainda mais o acesso a seus clientes? Leia esse artigo até o final e descubra!

Mas antes, quero te convidar para conhecer meu evento presencial no Rio de Janeiro, o Conexão de Negócios, que é um workshop criado para gerar parcerias, muito conhecimento e oportunidades para o seu negócio.

Como criar um link direto para o Whatsapp: o que é e como se beneficiar dessa estratégia!

Ao criar um link direto para o Whatsapp, você poderá fazer uso dessa ferramenta para facilitar a comunicação com seus clientes, uma vez que basta selecionar o link e o consumidor será direcionado automaticamente para o aplicativo, sem a necessidade de salvar o número da sua empresa antes de enviar uma mensagem.

Essa estratégia é muito útil, pois muitas vezes o fato de ter que sair da página, salvar o número e depois abrir o Whatsapp para somente então entrar em contato com você pode levar o cliente a desistir da compra ou de buscar a solução de uma dúvida que poderia gerar uma conversão.

Entre os principais benefícios de ter um link desse tipo, podemos citar:

 

  • Facilidade de comunicação com seus clientes.
  • Maior possibilidade de converter dúvidas em vendas.
  • Geração de confiança, uma vez que os canais para contato são facilitados, indicando assim mais transparência por parte da sua empresa.
  • Possibilidade de atingir um público que não é ativo nas redes sociais, mas faz uso do aplicativo frequentemente.
  • Excelente oportunidade para novos empreendedores que desejam criar um contato maior com o seu público-alvo.

 

Certamente, diante desses benefícios, fica claro que ter um link direto para o seu número pode se tornar um ótima estratégia de negócio. Mas como fazer isso afinal?

link direto para o Whatsapp

Como criar um link direto para o Whatsapp: passo a passo!

O passo a passo para criar um link direto para o whatsapp é bem simples. Para começar você pode acessar esse site, onde é possível conseguir o link de maneira bastante simplificada. Uma vez dentro site basta seguir os seguintes passos:

 

  1. Insira o seu número de Whatsapp, tendo atenção quanto ao DDD e o acréscimo do nono dígito.
  2. Escreva uma mensagem a ser exibida, convidando o cliente a entrar em contato por meio do aplicativo.
  3. Gere o link.
  4. Faça o teste antes de usar.

 

Depois de gerar o link basta fazer uso no site da sua empresa. Mas, você sabia que além da página inicial é possível disponibilizar a ferramenta para criar um canal de comunicação em outras páginas?

Onde usar o seu link para conseguir maiores oportunidades de negócio.

Além de utilizar na página inicial do seu site é possível ainda criar um link para o Whatsapp a fim de fazer uso da ferramenta em páginas de vendas, blogs, na descrição de vídeos do Youtube, em campanhas no Instagram e Facebook e até mesmo no Twitter, caso tenha uma boa audiência.

Além disso, o status do Whatsapp pode se tornar uma excelente ferramenta para um contato mais próximo com seus clientes, divulgando promoções e interagindo com o seu tipo de público dentro do próprio aplicativo.

Como empreendedor é importante fazer uso dessas estratégias para alcançar os consumidores e trazer soluções rápidas e eficazes na resolução de problemas, além de sanar dúvidas que possam surgir e reforçar a sua presença não apenas antes do fechamento do negócio mas também no pós-venda.

Meios de comunicação eficazes já não são mais um diferencial diante da concorrência, mas sim uma necessidade cada vez maior das empresas que desejam se manter no mercado e ter cada vez mais sucesso.

 

E então, gostou do nosso artigo a respeito de como criar um link direto para o Whatsapp? Compartilhe!

12 livros sobre finanças que eu já li e você precisa ler para fazer coaching financeiro

Se você quer estudar mais sobre coaching financeiro e ficar craque em finanças comportamentais para ajudar o seu coachee a destravar quando ele acha que o problema que ele tem de não alcançar seus objetivos é o dinheiro, eu preparei uma lista de livros para te ajudar!

Mas antes de continuar, quero te convidar para conhecer meu e-book gratuito sobre crenças limitantes sobre dinheiro. Nele eu explico como identificar e quebrar essas crenças para que você ou o seu coachee possam dar um passo a mais na realização dos seus objetivos.

E hoje te apresentarei os 12 livros sobre finanças que li e recomendo para quem deseja fazer coaching financeiro e mais uma dica valiosa ao final do post que é um verdadeiro atalho para o seu sucesso. Confira!

livros sobre finanças

Dinheiro é Emocional – Tiago Brunet

Neste livro sobre finanças, Brunet apresenta a estreita relação que o dinheiro possui com a emoção humana. Com ele, você aprenderá qual é o verdadeiro sentido da palavra prosperidade e como aplicá-la em sua vida.

Fator de enriquecimento – Paulo Vieira

Qual é a verdadeira riqueza? Paulo Vieira aborda a questão de acordo com as três dimensões humanas: ser, fazer e ter. É uma excelente oportunidade para aprender as condutas da riqueza e ser rico de verdade e aplicar nos seus processos de coaching financeiro.

Bolsa blindada – Patrícia Lages

Você sabe o que define a estabilidade financeira? Nesta obra, a autora te apresenta, por meio de dicas simples e práticas, como você pode alcançar a eficiência e organização financeira tão sonhada.

Conexão com a prosperidade – Bruno J. Gimenes e Patrícia Candido

Todos querem ter dinheiro e serem prósperos, mas infelizmente só uma pequena parcela das pessoas consegue. Há quem pense que tudo se trate de sorte, porém não é verdade. É preciso ter conhecimento, dedicação e conexão adequada de pensamento e emoções. O livro mostra exercícios práticos que você pode, até mesmo, aplicar nas sessões de coaching financeiro.

Speed Health – Como fazer um milhão com seu negócio em até 3 anos – T. Harv Eker

Você já se perguntou como é possível uma pessoa criar o seu próprio negócio praticamente do zero e em um prazo de até 3 anos se tornar um milionário? O que parece um sonho para uns e impossível para outros, acabou se tornando realidade na vida do escritor, empresário e palestrante T. Harv Eker. Agora, que tal alcançar o seu primeiro milhão?

Os segredos dos homens mais ricos do mundo – Steven K. Scott

Este é um dos livros sobre finanças mais citados e lidos, pois discute exatamente o segredo que existe e faz com que alguns homens se tornem extremamente ricos. Nesta obra, você encontrará as 15 mais importantes estratégias e técnicas utilizadas por eles e que te fará alcançar o sucesso financeiro desejado.

Um dos principais livros sobre finanças: Os segredos da mente milionária – T. Harv Eker

Este é um livro indispensável em uma boa biblioteca de coaching financeiro. Nele você aprenderá como administrar as finanças, como lidar com os gastos excessivos e como fazer o dinheiro trabalhar para você. Interessante, não é mesmo?

Casais inteligentes enriquecem juntos – Gustavo Cerbasi

Trata-se de um dos livros sobre finanças mais famosos dedicados aos casais. Uma boa parceria amorosa pode-se estender para o campo do dinheiro e Cerbasi mostra, através de vários tópicos como é possível construir a riqueza.

Empreendedores inteligentes enriquecem mais – Gustavo Cerbasi

Outra grande contribuição do Cerbasi voltada para o empreendedorismo que, entre várias lições apresenta o quanto é importante simplificar o seu modelo de gestão para ter mais tempo e se dedicar as suas vendas.

Eu vou te ensinar a ser rico – Ben Zruel

Nesta obra você aprende como se livrar das dívidas e construir a sua liberdade financeira para que possa ter uma vida mais plena por meio de um método prático.

Ganhar + Gastar – Investir + – Denise Damiani

Esse é um dos livros que eu considero mais importantes de coaching financeiro dedicado às mulheres, tanto que seu subtítulo é “o livro do dinheiro para mulheres”. É preciso mudar e Damiani mostra como fazer.

Inclusive, você pode se interessar também no meu artigo em que falo porque gastamos mais dinheiro quanto estamos tristes.

Pense e enriqueça (para mulheres) – Sharon Lechter

Quer ser rica como a Angela Merkel? Para isso é preciso superar obstáculos e agarrar as oportunidades. Como? Por meio dos princípios de riqueza de Napoleon Hill apresentados neste livro.

Esses foram os principais livros que me ajudaram a crescer com o coaching financeiro!

E se você quer alcançar o sucesso por meio do coaching financeiro, mas não tem muito tempo, aqui está atalho que te prometi.

Eu preparei o curso “Ferramentas de Coaching Financeiro”, em que eu ensino como aplicar as 20 principais ferramentas de coaching financeiro com base na minha trajetória como coach e com muitos ensinamentos dos livros que citei acima.

Além disso, você também poderá fazer autocoaching, pois preparei um módulo especial sobre esse assunto!

Clique aqui e confira todos os detalhes sobre o treinamento Ferramentas de Coaching Financeiro.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos!

Você é apaixonado pelo seu negócio? Fique atento!

Se você é um empresário é bem possível que você seja apaixonado pelo seu negócio, principalmente se você passou anos sonhando em ter seu próprio negócio e finalmente conseguiu.

Ser apaixonado pelo negócio é maravilhoso! Unir lucro com paixão é umas das melhores coisas que podemos fazer na vida!

Você já viu essa frase do Steve Jobs? “Para ter sucesso, é necessário amar de verdade o que se faz. Caso contrário, levando em conta apenas o lado racional, você simplesmente desiste. É o que acontece com a maioria das pessoas.”

Eu concordo com ele, mas acontece que, assim como na vida pessoal, quando estamos muito apaixonados por alguém, a tendência é só ver as qualidades e não enxergamos as falhas dessa pessoa. Isso pode ser ótimo para o início do relacionamento, mas com o passar do tempo… você sabe, né?

Você já ficou cego de paixão?

Roberto era casado com Kamila há 4 anos. Já tinham uma filha e viviam bem como casal. Se conheceram e casaram rápido, bem no auge da paixão. Sempre que Kamila comprava uma roupa nova, perguntava para o marido se estava bonita e ele dizia que sim.

Com a passagem do tempo e a após o nascimento da filha, Kamila continuou perguntando e ele respondendo que ela estava linda.

Um dia após 10 anos, quando a paixão esfriou e eles já estavam a ponto de se separar, Kamila pegou as fotos antigas para ver e percebeu que ela tinha ganhado muito peso ao longo desses 10 anos e perguntou ao marido porque ele nunca a tinha alertado a respeito disso.

Claro que com a crise no casamento essa discussão a respeito de falar a verdade sobre o peso da esposa não terminou bem. Mas o fato é que no momento da paixão, Roberto não via defeito na esposa. Não achava que ela estava acima do peso, não conseguia enxergar um motivo para que ela precisasse emagrecer.

Bem, o casamento acabou, não por causa do peso da Kamila, mas acabou!

Kamila emagreceu, mudou o cabelo, entrou na academia, rejuvenesceu 10 anos e ficou muito mais bonita do que quando conheceu Roberto. Acho que ele deve ter se arrependido da separação! Mas a paixão impediu que Roberto ajudasse a Kamila a continuar linda como no início do relacionamento.

Isso já aconteceu com você?

Se você é apaixonado pelo seu negócio, tenha cuidado!

Na sua empresa pode acontecer a mesma coisa! Você ser tão apaixonado pelo seu negócio pode estar te impedindo de ver os pontos de melhoria nela.

E sabe o que é pior? Você ama seu negócio, seus clientes não! Eles querem comprar seus produtos ou serviços para resolver os problemas deles, então eles conseguem ver as falhas do seu negócio, mas não estão preocupados em te avisar. Eles vão procurar outras empresas que oferecem melhores produtos e serviços para eles.

Esse é o grande problema de ser cegamente apaixonado pelo seu negócio. Não quero dizer que você precisa “desapaixonar”, mas ter alguém que te ajude a enxergar os obstáculos, pontos de melhoria, competências a serem desenvolvidas é fundamental para que seu negócio continue crescendo.

Se você não fizer isso, você vai levar essa situação até o último fôlego e perceberá que vai precisar fechar o negócio ou vender para alguém que perceba as mudanças que precisa fazer.

Mas tem uma solução: o coaching para empresários e empreendedores pode lhe ajudar

Como coach de empreendedores e empresários, todos os dias descobrimos novas formas e oportunidades para tornar o negócio mais forte e alinhado com a paixão e o propósito do empresário, aliando ao aumento de lucro. Sempre!

Se você quer saber mais, leia esse artigo que preparei e explico detalhadamente como o processo de coaching pode te ajudar a unir lucro, paixão e propósito.

Gostou desse artigo? Compartilhe com seu amigo que é apaixonado pelo seu negócio, mas não sabem dos riscos que isso pode causar.

 

Participe também do meu evento presencial no Rio de Janeiro, o Conexão de Negócios. Clique aqui e saiba mais.

Tudo o que você precisa saber sobre como fazer parcerias

Se você quer subir um novo patamar no seu negócio, acredite: o caminho provavelmente está em descobrir como fazer parcerias que possam ajudar no seu crescimento.

E diversos empresários estão deixando muito dinheiro na mesa por não entender que esse é o caminho para o sucesso, e podem dar várias justificativas para isso, como:

  • Acham que todo mundo quer levar vantagem
  • Que batalhou tanto para chegar onde chegou e não quer dividir a conquista com ninguém
  • Que não precisa da ajuda de ninguém
  • Que vai provar que cresceu sem precisar de um “empurrãozinho”
  • Que não dá certo fazer parceria com outra empresa e por aí vai

O fato é que todas as grandes empresas descobriram a importância de fazer parcerias para ajudar no crescimento do seu negócio e realmente fizeram e fazem grandes parceiros, por isso continuam crescendo!

E você pode estar aí pensando que só os grandes conseguem, e colocando diversas barreiras e crenças limitantes que atrapalham no seu crescimento, mas se você quer jogar para valer, precisa de bons parceiros.

Veja também meu vídeo sobre como fazer parcerias incríveis e crescer seu negócio e aproveite para curtir meu canal do Youtube:

Mas afinal, como encontrar esses parceiros e como mostrar para alguém que você é a pessoa certa para fazer parceria?

Não tem fórmula mágica, mas tem técnica que pode te ajudar a desenvolver essa habilidade e eu vou te ensinar agora!

Como fazer parcerias certas? Conheça os valores da pessoa e da empresa

Muitos dos problemas seriam evitados se nós conhecêssemos nossos próprios valores pessoais. Quer ver um exemplo?

Se você é uma pessoa com um valor de responsabilidade alto, provavelmente vai se irritar muito se tiver um parceiro que não cumpre horários.

Se você tem um valor de contribuição social alto, vai sofrer com uma parceria que não gere valor para a sociedade.

Por isso, saber quais são os valores da pessoa e da empresa são um ponto fundamental se você quiser aprender como fazer parcerias que realmente possam crescer junto com você.

Então entenda que não basta gostar da pessoa ou da empresa que se pretende fazer a parceria, é preciso conhecer os valores delas. E mais importante: é preciso que os valores estejam alinhados com os seus e com os valores da sua empresa.

Não queira levar vantagem em tudo!

Você já conheceu alguém que só quer levar vantagem em tudo? Em geral, as pessoas percebem isso e logo fogem dessa pessoa.

Uma parceria deve ser totalmente o contrário disso: os parceiros devem gerar resultados para que a parceria seja duradoura, e para isso, todos os lados ganham! É o princípio do ganha x ganha.

Você já ouviu a frase “A gentileza abre portas e fecha parcerias”?

Essa frase demonstra que primeiro é preciso mostrar o que você tem para agregar, e não começar falando sobre o que você quer ganhar, mas sim como você pode contribuir para que ambos cresçam juntos.

Além disso, não tente mostrar falsas vantagens. Seja honesto! Mostre o que realmente você e sua empresa tem a oferecer para a parceria dar certo.

Combine os termos da parceria, as vantagens e obrigações de cada lado

Muitas pessoas se aborrecem e passam a desacreditar nas parcerias porque não combinam antes as regras do jogo. Isso é um erro básico, afinal, o combinado não sai caro, mas é muito comum quando iniciados com empresários de pequenas e médias empresas, bem como por pessoas que estão começando o negócio.

Então se você quer aprender como fazer parcerias duradouras e que estejam alinhadas com suas expectativas, mesmo que vocês estejam começando, é importante estabelecer:

  • Quais são as obrigações de cada um
  • Como serão divido os lucros, caso existam formas de lucro na parceria
  • Como as decisões futuras serão tomadas
  • O que fazer se alguém quiser desistir da parceria
  • Qual será o investimento feito
  • Como serão medidos os resultados

Esses são alguns dos principais pontos que precisam ser acordados, preferencialmente por escrito, antes de iniciar a parceria.

Podem existir muitos outros pontos para serem alinhados e, dependendo do quanto a parceria se envolverá no seu negócio, é muito importante vocês consultarem um advogado, mas não se trave por isso.

Até você encontrar um parceiro que se encaixa com suas expectativas, você terá que conhecer muita gente e fazer muito networking!

E para te ajudar a encontrar potenciais parceiros, quero aproveitar para lhe convidar para participar de um workshop completo que, além de ajudar a fazer novos parceiros, certamente ajudará no desenvolvimento do seu negócio, que é o Conexão de Negócios. Clique aqui e saiba mais.

Por que gastamos mais dinheiro quando estamos tristes?

A compra gera em cada pessoa um sentimento diferente, mas a maioria das pessoas se sente muito bem ao fazer uma compra. Você já se perguntou por que gastamos mais dinheiro quando estamos tristes?

Associada a recompensa, desde criança os presentes são usados como moeda de troca. Quantas vezes seus pais já prometeram que comprariam determinado presente se você fosse bem nas provas, ou que te daria dinheiro para comprar figurinhas se você arrumasse a cama todos os dias?

O emocional está totalmente ligado ao dinheiro e ao poder que ele tem de proporcionar, bem-estar, prazer, status, reconhecimento.

E justamente por despertar esses sentimentos, gastamos mais dinheiro quando estamos tristes ou passando por alguma privação física ou emocional.

Mas afinal, por que gastamos mais dinheiro quando estamos tristes?

A “compra terapia” tem um efeito imediato, como um analgésico que pode desviar sua atenção momentânea do problema, mas que passa logo após um pequeno espaço de tempo, que pode levar desde minutos até alguns dias ou meses.

A questão é que como a compra não é capaz de resolver o problema, logo a tristeza volta e a pessoa procura aliviar a sensação de falta com outra compra e assim, gasta mais dinheiro quando está triste ou com as emoções confusas.

Não é difícil imaginar que isso vira uma bola de neve. Porque até mesmo as pessoas que possuem muitos recursos financeiros, podem extrapolar todos os limites, no intuito de curar a dor que está sentindo e começa a desenvolver uma nova dor: o descontrole!

preocupada-gastar-dinheiro-cartão-de-credito

Os gastos podem se tornar uma bola de neve!

É comum esconder esse hábito das pessoas mais próximas. É fácil disfarçar dizendo que precisa de tais compras, que estavam na promoção ou que é de outra pessoa.

Mas o que que inicialmente era uma prática que gerava prazer, pode se tornar um grande problema, quando as contas começam a chegar e a pessoa não consegue mais esconder a situação da família.

O uso exagerado do cartão de crédito, limites de cheque especial, coisas acumuladas que não são usadas, a culpa por ter passado dos limites.

Ao comprar impulsivamente estamos tentando equilibrar nossas emoções, acrescentar um sentimento positivo – a conquista da compra – com a tristeza, falta, ansiedade que estamos sentindo.

Quando nos sentimos aflitos ou tristes, o autocontrole diminui, é como se buscássemos uma fuga para esses sentimentos “ruins”.

gastar-dinheiro-quando-está-triste-pra-baixo

Compreenda o que faz você gastar mais dinheiro

E como você pode evitar usar as compras como “método analgésico” quando você está triste?

Primeiro é preciso se autoconhecer, saber o que está gerando essa necessidade de gastar mais dinheiro quando estamos tristes para suprir uma falta emocional.

Isso pode ser:

  • Falta de atenção
  • Falta de uma boa conversa
  • Falta de atividades estimulantes
  • Falta de sono
  • Falta de motivação no trabalho
  • Falta de tanta coisa…

Até mesmo de autoestima!

Então, não adianta você querer resolver o problema sem saber onde está a raiz dele, porque ele vai continuar crescendo dentro de você e por mais que você tente controlar suas finanças, uma hora você perde o autocontrole e torra todo o seu dinheiro para aliviar essa dor.

Para fugir desse comportamento, você precisa entrar em ação e entender que existe um ganho muito maior do que a sensação do prazer imediato de gastar mais dinheiro quando está triste.

Uma recompensa muito maior quando você consegue organizar suas emoções e saber que não é de uma boa compra que você precisa, talvez você precise muito mais sentar em uma mesa para tomar um café!

Como resolver esse problema? Controlando suas emoções!

Se você acredita que é importante entender como suas emoções influenciam a maneira que você gera e usa seus recursos financeiros, se inscreva na 1ª Semana da Organização Emocional Financeira, que vai acontecer, on line, dos dias 23 a 29 de maio.

Para participar gratuitamente, clique aqui e inscreva-se.

Gostou desse artigo? Compartilhe nas redes sociais!

2 principais erros de quem não consegue entrar em ação

Muita gente pensa, planeja, estuda, mas na hora de entrar em ação… paralisa! Isso já aconteceu com você? Veja nesse artigo como sair dessa situação.

Não se preocupe, pois isso é mais comum do que você pensa e todo mundo já passou por isso alguma vez na vida.

No meu trabalho de assessoria pessoal, como coach, eu vejo pessoas super competentes, com ideias brilhantes e que na hora de realmente realizar o que precisa, travam.

E se essa é sua situação, também quero te convidar para assistir meu vídeo sobre como parar de procrastinar e realizar mais. Aproveite para para se inscrever no meu canal do Youtube.

E para você sair dessa situação, vou te contar quais são os 2 erros mais comuns entre as pessoas que não conseguem entrar em ação.

1.      Esperar estar tudo perfeito para entrar em ação

O perfeccionismo é um dos comportamentos que mais paralisam as pessoas.

O perfeccionista acredita que ainda não está pronto, que o momento não é esse ou que precisa acontecer algo extraordinário para começar ou recomeçar uma atividade (digo isso porque algumas pessoas até já começaram a agir, mas se precisam dar uma pausa, não conseguem recomeçar).

Veja se você se encaixa em alguma dessas situações?

  • Você é uma dessas pessoas que travam porque não tem as condições perfeitas?
  • Você tem uma lista das coisas que faltam fazer para começar a agir?
  • Você olha para as pessoas que estão tendo resultados e acha que falta muito para chegar lá?

Se você respondeu sim a uma das questões acima, certamente precisa repetir uma frase que eu também uso para  a minha vida: Feito é melhor do que perfeito!

E isso não quer dizer que você vai fazer tudo de qualquer jeito, pelo contrário, essa frase é justamente para você que gosta de fazer tudo perfeito e que acredita que sempre pode melhorar algum detalhe.

Realmente, sempre é possível – e necessário – fazer alterações para algo ser melhor, mas é preciso entrar em ação para que seu trabalho, seu produto ou sua empresa possam ser aprimorados com as verdadeiras necessidades que surgem no dia a dia.

2.      Não ter clareza do que quer

Esse é um erro clássico: Você acha que quer alguma coisa, mas não tem certeza e além disso, não tem clareza. Nesse caso, sem dúvidas, você irá travar!

Imagine que você precisa andar por uma estrada escura, à noite, sem lanterna, sem celular e sem gps. Você acha que vai seguir tranquilamente ou vai travar e querer voltar para sua zona de conforto?

É assim que a maioria das pessoas vivem e quando chegam em um ponto de decisão… travam!

E para lhe ajudar a sair dessa situação, quero lhe propor a seguinte reflexão:

  • Se você está travando e não consegue entrar em ação, pense se você tem clareza do que quer.
  • Se você é um empreendedor, você tem clareza dos resultados que quer ter esse ano?
  • Você sabe onde quer estar daqui a 5 anos?
  • Você sabe quais são seus valores pessoais? Eles estão alinhados com o seu negócio?
  • Você está procurando uma nova profissão e tem clareza de qual o preço a pagar para ser bem-sucedido nessa nova carreira?

Para conseguir entrar em ação é preciso ter clareza dos seus valores pessoais, dos seus objetivos e das ações que serão necessárias para alcançar o que você deseja, e para isso, é preciso ter um mapa para os próximos passos.

Se você não tem, infelizmente vai paralisar, ou a vida vai fazer você ficar correndo de um lado para o outro sem ter os resultados que deseja.

Mas se você quer ter mais clareza e tem muita vontade de mudar essa situação, o ideal é fazer um processo de coaching, pois em um processo utilizamos métodos, ferramentas e caminhamos juntos para que você tenha clareza para entrar em ação e conquistar os seus objetivos!

Se esse for seu verdadeiro objetivo, quero te convidar para fazer uma sessão de clareza comigo, para que possamos traçar metas e começar a mudar essa situação, para que você realmente tenha a vida que sempre sonhou. Clique aqui e agende sua sessão.

Coaching para Novos Negócios: encurtando seu caminho para o sucesso

Quer abrir uma nova empresa e não sabe por onde começar? Veja como o coaching para Novos Negócios pode ajudar no seu sucesso empresarial!

Para quem tem a alma empreendedora, começar um novo negócio é uma grande emoção. A expectativa de dar certo, acertar em cheio em um nicho, ter mais a liberdade e controle da própria vida é muito estimulante e motivadora. Mas aí aparecem as dúvidas, e o coaching para novos negócios pode lhe ajudar!

Dúvidas comuns nos processos de coaching para Novos Negócios

Os novos empreendedores têm muitas dúvidas, e não é difícil ver o mesmo cenário se repetindo em diversos segmentos de atuação, como:

  • Será que vai dar certo?
  • Será que esse mercado ainda tem demanda?
  • Será que eu vou ser capaz de cuidar das finanças do negócio?
  • Será que eu consigo funcionários dedicados?
  • Será que posso começar o negócio mesmo com a crise?
  • Será que é o momento de investir em um novo negócio?
  • Será que é realmente esse o negócio certo para mim?
  • Será que eu vou continuar motivado depois que tudo der certo?

Essas dúvidas tiram o sono de muitas pessoas que sonham empreender, mas que ainda não tiveram coragem ou que não conseguiram dar o próximo passo. E admito que realmente não é fácil começar sem ter as certezas que julgamos necessárias.

É fato também que você e nem ninguém terá certeza de como será depois que o negócio começar, mas existem técnicas que utilizamos no coaching para Novos Negócios para que você antecipe os possíveis problemas que você terá pela frente e desenvolva habilidades para lidar com eles.

Além disso, conhecer suas competências, seus pontos fortes e identificar quais competências você precisa desenvolver para começar seu negócio, vai te ajudar muito a ter a segurança necessária para dar o próximo passo.

Conheça minha trajetória com novos negócios

Para você entender como funciona, em 2013 eu decidi iniciar um novo negócio. Eu já tinha uma empresa em andamento, mas queria mudar de ramo, então decidi comprar uma franquia.

Pesquisei um pouco e escolhi uma franquia de limpeza residencial e empresarial. Achei que por ser uma franquia eu teria todas as informações e suporte necessário, que era só abrir a empresa e pronto, começaria a faturar.

Quanta inocência!

Mesmo sendo minha terceira empresa, eu me deparei com problemas que eu não tinha nas outras: eu percebi que algumas questões da franquia não estavam alinhadas com o que eu acreditava e que não era a franquia que iria mudar por causa disso.

O que eu fiz? Depois de 1 ano de operação, de ter comprado 2 unidades da mesma franquia, ter conquistado clientes, ter aprendido o negócio, eu decidi vender as unidades para outro franqueado e sair do negócio.

Consegui recuperar o dinheiro investido, muito pela minha habilidade de identificar os problemas e sair do negócio antes que fosse tarde demais, mas não recuperei o tempo investido, a energia que eu coloquei para iniciar o negócio, esse 1 ano fazendo algo que não fazia sentido para mim.

Claro que aprendi muito com isso! Principalmente que comprar uma franquia pode até ser mais fácil, mas ficar no negócio como franqueado não é simples.

Afinal, você não pode fazer do seu jeito, porque você precisa fazer do jeito da franquia. Então, é preciso estudar muito o modelo de negócio e as regras da franquia antes de fechar o negócio.

A importância do autoconhecimento para ter um negócio de sucesso

Para abrir um negócio próprio ou comprar uma franquia não basta apenas amar o seu negócio e aprender a administrar a empresa, é preciso estudar a si mesmo!

É preciso ter um mapa de como você funciona como empresário e como pessoa, porque o empresário e a empresa precisam ter seus valores alinhados, ou você viverá constantemente em crise em razão dos valores do negócio não estarem de acordo com os seus valores.

Como eu posso te ajudar com um processo de Coaching para Novos Negócios

Aprender com os próprios erros é uma virtude. Aprender com os erros dos outros é uma dádiva!

Hoje eu ajudo empreendedores que estão pensando em começar um negócio, ou estão iniciando o negócio, a criar o negócio que ele deseja!

Para isso, alinhamos seus valores de vida e descobriremos seu propósito para que o negócio exista, e acredite, um processo de coaching para novos negócios ajuda de diversas formas, especialmente:

  • Diminui muito as interferências no caminho.
  • Evita que o empreendedor invista em negócios que não irão para frente;
  • Evita a perda de tempo com questões irrelevantes enquanto questões muito importantes são deixadas de lado.
  • Evita a perda de dinheiro, porque não avaliou bem o investimento necessário

Enfim, fazendo um processo de coaching você evitará uma série de outras coisas, que só mesmo quando você está no negócio, ou está investindo tempo para cuidar disso, você identificará.

Eu amo ver cada negócio nascendo! Comemoro com eles cada novo CNPJ, cada primeiro serviço fechado ou cada primeiro produto vendido e me alegro ainda mais por saber que cada negócio que nasce, pode transformar a vida de muitas famílias e quem sabe até mesmo a história de várias gerações!

Se você está pensando em começar um negócio, comece! Mas contrate um coach para te ajudar nessa jornada.

Não ache que você é autossuficiente para pensar em todas as coisas e sempre se lembre que é muito difícil avaliar a situação em um panorama geral, quando você está dentro dela!

Se quiser saber mais como o coaching para Novos Negócios pode te ajudar, entre em contato e me mande uma mensagem no número (21) 99606-6400 e vamos conversar!

Coaching para empreendedores e empresários

Você já ouviu falar sobre coaching para empreendedores e empresários? Ele pode lhe ajudar a ter sucesso muito mais rápido, ou ajudar a recuperar o empreendedor motivado que existia em você.

O Coaching para empreendedores e empresários tem trazido resultados impressionantes nos negócios e na saúde emocional dos envolvidos no negócio que passam pelo processo.
Para se iniciar um negócio, para manter o negócio saudável e para ter sucesso em um negócio, é preciso desenvolver muitas habilidades e que muitas vezes as pessoas que se lançam nesse mundo ainda não desenvolveram, ou nem sabem que possuem essas habilidades.

Empreender não é fácil! É preciso lidar diariamente com imprevistos, com mudanças no mercado, com liderança de pessoas e com as finanças do negócio.
Além disso, o empresário precisa identificar as necessidades dos clientes, as oportunidades disfarçadas, enxergar novas possibilidades antes dos concorrentes. Tudo isso já é trabalho o suficiente, mas não para por aí!
O Empresário precisa lidar todo dia com suas próprias incertezas, mantendo a confiança, a autoestima e a motivação e o coaching para empreendedores e empresários pode ajudar em todos esses sentidos.

A vida do empresário não é tão fácil quanto parece

O empreendedorismo é um caminho solitário. Poucas vezes você consegue falar abertamente sobre suas incertezas, medos, compartilhar suas dúvidas e aflições.

Afinal, a família não entende, os amigos acham que sua vida é perfeita e os funcionários não estão dispostos a entender que você tem problemas demais para resolver, e a prioridade não deveria ser cuidar de problemas de relacionamento entre a equipe.

É exatamente nesse momento que o coach aparece.

Como é o processo de coaching para empreendedores e empresários

Diferente das pessoas de fora do seu negócio, o coach estará disposto a te ouvir e ajudar a identificar quais situações estão te impedindo de alcançar o que você realmente deseja.

Muitas vezes, através do processo coaching para empreendedores e empresários você consegue perceber que é preciso acertar a rota e retomar o caminho.

Por isso, o coach é o profissional que vai ajudar a traçar esse plano para recuperar o empreendedor motivado, que tinha um sonho e conseguiu tirar do mundo das ideias e criar essa realidade, mas que com o passar do tempo, foi se sobrecarregando de tarefas e se perdendo de si mesmo.

Por isso que o trabalho do coach está presente cada vez mais na vida e no negócio dos empresários e empreendedores, seja quando o empreendedor está pensando em começar um novo negócio, no planejamento, escolha do melhor formato de negócio ou em um negócio já estabelecido.

Porque investir em um processo de coaching

Quando você investe em um processo de coaching para empreendedores e empresários, além de desenvolver essas habilidades, você mergulha em um processo de autoconhecimento, que vai identificar os pontos fortes e os pontos de melhoria, sabendo como utilizar seus talentos nos negócios e na vida, correndo riscos de acordo com seus valores pessoais e profissionais.

Nas grandes empresas do mundo executivo, já é uma prática comum a contratação de coaches para aumentar a performance nos negócios e desenvolver as habilidades dos líderes.

Nas pequenas e médias empresas, os empresários acreditam que precisam resolver os problemas sozinhos e vão se sacrificando pelo caminho, sem perceber que contar com a ajuda de um profissional – que lida com outros empresários que passam pelos mesmos problemas todos os dias – pode encurtar o caminho para ações bem-sucedidas e tornar mais leve essas dificuldades.

Além disso, a revista Exame divulgou uma pesquisa que atesta a eficácia do coaching para executivos.

Acredito que em breve, todos os empresários, de pequenas e médias empresas vão ter seu coach e também conseguirão aproveitar todos os benefícios que o coaching pode trazer para o negócio e para a vida deles.

Sorte dos meus clientes que já tem uma coach e dos que saírem na frente escolhendo um coach para ajudar nessa jornada!

Se você quiser ser um desses, entre em contato e agende uma sessão comigo. Algumas vezes por mês eu abro novos horários para empresários e empreendedores que querem unir lucro, paixão pelo que fazem e viver o seu propósito.

3 Dicas infalíveis para fazer parcerias em 2018 e crescer seu negócio!

Mesmo que você trabalhe por conta própria, um item é essencial se deseja ter sucesso e crescer seu negócio: fazer parcerias em 2018. Quer saber como? Leia esse artigo.

Fazer parcerias não é fácil para a maioria das pessoas, por isso, identificar e fazer parcerias em 2018 certamente é uma habilidade que você precisa desenvolver se deseja ter sucesso!
Você já ouviu a frase “Sozinhos vencemos as vezes, mas em equipe podemos ganhar constantemente”? Essa frase não quer dizer que você precisa de uma equipe trabalhando diretamente com você para crescer seu negócio, mas sim ter uma boa rede de contatos que possa ajudá-lo a crescer.
Para te ajudar a resolver esse problema, preparei esse artigo com 3 dicas para que você descubra como fazer parcerias em 2018 e para o resto da sua vida!
Mas antes quero lhe convidar para assistir o vídeo sobre o Superpoder das parcerias para fazer seu negócio crescer. Aproveite para se inscrever no meu canal do Youtube.

Vamos lá.

1.      Faça Networking

Se você não sabe o que é isso, está perdendo uma grande oportunidade! Networking é a arte de se conectar com outras pessoas e desenvolver relacionamentos que podem te render bons negócios.

Esse é um grande problema enfrentado pelo empresário e empreendedor que abre a empresa depois de se formar, começa a cuidar de tudo dentro da empresa, apaga incêndios o dia todo e não tem tempo de participar de mais nada. Vive trancado dentro do escritório, buscando resolver suas próprias demandas e nem se lembra da importância de estar conectado com o mundo lá fora.

Sabe porque eu sei disso? Porque eu passei por isso!

Durante 8 anos eu estive a frente de uma empresa e respirava a empresa. Passava por todos os problemas sozinha e nem imaginava o quanto seria importante eu estar conectada com outros empresários, não somente do mesmo segmento que o meu, que era a educação, mas também de outros segmentos.

Quando meus olhos se abriram, eu percebi que poderia ter ganhado muito se eu tivesse desenvolvido o networking durante todos esses anos, e foi isso que comecei a fazer.

Então se você não está fazendo networking, comece agora mesmo para fazer parcerias em 2018 que ajudem no seu crescimento e uma ótima oportunidade é participar do evento Conexão de Negócios, que foi criado justamente para que você possa se conectar com pessoas que possuem os mesmos objetivos que você.

1.      Esteja em locais onde você possa fazer parcerias em 2018

Como eu falei no tópico anterior, ninguém encontra parceiros sentado dentro da empresa. Você precisa sair! E isso pode ser um grande problema se você acredita que precisa trabalhar 10, 12, 14 horas por dia.

Sair da empresa para participar de um evento pode ser um grande desafio, mas acredite, isso pode trazer resultados incríveis para sua empresa.

Digo isso porque enquanto você estiver envolvido apenas com o operacional do seu negócio, você deixa de fazer sua empresa crescer.

Sem dúvidas é preciso cuidar do operacional e desenvolver suas habilidades técnicas, mas aprender a fazer a gestão do seu negócio é essencial para que você tenha sucesso.

Por isso, procure participar de eventos, feiras, treinamentos, palestras… Além de você de desenvolver pessoalmente e profissionalmente, você estará em contato com várias pessoas que estão com o mesmo objetivo que você e são grandes potenciais para fazer parcerias em 2018.

 

2.      Não veja os empresários do mesmo segmento que o seu apenas como concorrentes

Esse é mais um desafio para você enfrentar e mais uma verdade absoluta para você quebrar, pois pessoas do seu mesmo segmento podem ser suas melhores parceiras, mas a maioria das pessoas os vê como sendo apenas um concorrente ou uma ameaça.

Mas é muito importante que você comece a ver por outro ponto de vista, pois eles podem ajudar a crescer o seu negócio!

Por isso, faça amizades, troque ideias e faça parcerias com outras empresas do seu segmento! Quando você entender que o mundo é abundante e que quando um mercado está em alta, todos se beneficiam, vocês começam a trabalhar pelo todo e não um contra o outro.

Briga entre empresas do mesmo segmento tendem a não trazer bons resultados porque o objetivo é que o outro perca para você ganhar, mas a verdade é que é possível que todos ganhem. Lembre-se que o mundo é abundante!

Veja como vocês podem trabalhar juntos e fazer parcerias em 2018 com empresas do mesmo segmento:

  • Busquem formas de melhorar o serviço e não de baixar o preço.
  • Mostrem a importância do seu segmento para fortalecer sua profissão.
  • Busquem alternativas para diminuir o custo operacional, não levar vantagem em cima da queda da outra empresa.

Lembre-se sempre: juntos vocês podem muito!

Então comece a olhar os empresários do seu segmento como pessoas que só estão querendo, assim como você, crescer o negócio e prosperar, cumprindo o propósito de cada empresa.

Gostou dessas dicas para fazer parcerias em 2018? Então quero te convidar para dar o primeiro passo para crescer seu negócio com as parcerias e participar do evento Conexão de Negócios.

Se você quer participar de workshop completo para aumentar sua produtividade, expandir sua mentalidade e conectar com pessoas que possuem os mesmos objetivos que você, certamente essa é uma ótima oportunidade! Clique aqui e saiba mais.